quinta-feira, 18 de agosto de 2011

DICAS DE MODA E BELEZA


Vestido de festa

As leitoras queridas do site MULHER DIGITAL pediram para dar dicas de vestido de festa. Selecionar o vestido perfeito é sempre uma tarefa árdua. Como escolher o vestido de festa? Como o que combinar? Mulheres ficam lindas com vestido.
Para escolher o vestido de festa, considere os aspectos:
Ocasião.  Como será a festa? Mais formal (do tipo: um luxo só!)? Menos formal? Os convites, em geral, trazem o tipo de formalidade do evento ao citar o tipo de traje (passeio completo, black-tie, dentre outros). Vestido mais formal = vestido longo. Se for madrinha de casamento, opte pelo caminho mais formal. Isso envolve escolher os tecidos adequados. Lembre-se que o tecido malha é inadequado para umvestido de festa formal.
Tipo de corpo. Não se importe com o que é tendência na moda. O melhor vestido é aquele que valoriza o corpo da pessoa e atenua aquilo que não gostamos muito. Considere as suas melhores características! Vestido sempre valoriza qualquer mulher.
Vestido de festa
Seu estilo. O vestido precisa refletir a sua personalidade. Isso é melhor que qualquer tendência de moda. Um olhar atraente é lançado sobre a pessoa quando o vestido entra em pura sintonia com personalidade. Não adianta usar aquilo que não combina com você só por que está nas passarelas.
Vestido de festa formal
Cor do vestido de festa. A cor certa é aquela que exalta as suas melhores características. Há sempre determinadas cores que ficam melhor em nós. Vestido de festa vermelho? Azul? Amarelo? Qual cor é a sua cor? Vestido preto é o essencial feminino.
Moda. Observe o que é tendência e adapte o que está disponível no mercado para você. Moda consciente é aproveitar as possibilidades, considerando o próprio estilo.
Vestido de festa para formatura
O vestido precisa ser do tamanho certo da pessoa (nem solto, nem justo demais). Os acessórios devem ser escolhidos após a decisão sobre o vestido (mais fácil). Vestir de acordo com a idade esbanja elegância. Vestido feio é aquele que não combina com você!
Encontrar o vestido de festa perfeito não é tão difícil como parece. O mercado da moda oferece uma porção de opções de vestidos de festa para distintos orçamentos.
Prepare-se para arrasar e atrair todos os holofotes para você!


Imagens:
eDress-it

Guardar mágoas traz prejuízos à saúde de nosso corpo - Escrito por: padom

Gostei muito desta matéria e não poderia deixar de compartilhar com vocês!

Confira!



Revista Padom em seu email

Receba gratuitamente o melhor conteúdo cristão da internet

  
Enviar para amigo
1251660377 magoa 300x225 Guardar mágoas traz prejuízos à saúde de nosso corpo
Quando alguém nos desaponta, nos fere, quando perdemos algo importante ou sofremos alguma injustiça, a raiva e a indignação são sentimentos normais, mas o problema é quando esses sentimentos se transformam em mágoa e amargura. No livro “O poder do perdão”, o psiquiatra americano Fred Luskin, apresenta a sua experiência e estudos sobre esse tema.
. Ele demonstra que o processo de perdoar pode ser treinado e desenvolvido. Ele utiliza a metáfora de um aeroporto, que está com o tráfego aéreo congestionado, para explicar como fica a mente de uma pessoa, sobrecarregada pelas mágoas. Cada avião que está no ar é comparado a uma mágoa, que enquanto não pousa, fica exigindo energia e exaurindo os seus recursos.
Quando guardamos uma mágoa e pensamos na dor que sofremos, o cérebro reage como se estivéssemos em perigo naquele momento. Ele produz substâncias químicas ligadas ao estresse, que limitam as nossas ações. A parte pensante do cérebro fica limitada, é quando agimos sem pensar para nos livrarmos da sensação de perigo.
Portanto, a mágoa consome muita energia, pois cada vez que contamos o que aconteceu, os mesmos sentimentos são desencadeados. O cérebro não sabe distinguir se aquela traição ou agressão aconteceu agora ou há três anos.
Assim como escolhemos o canal de TV que queremos assistir, também podemos aprender a escolher qual o “canal” que estará passando na nossa mente. Podemos escolher pensar no quanto fomos vítimas, o quanto fomos machucados, e com isso perpetuar o nosso sofrimento ou podemos escolher pensar no quanto fomos fortes para sobreviver ao que aconteceu e mudar o nosso foco. Não significa que devamos passar por cima da tristeza, da dor e da raiva que sentimos, mas precisamos aprender que existe um tempo para esses sentimentos.
Uma forma de mudarmos o “canal” da nossa mente é pensar em como podemos mudar a história da nossa dor. Qual a história que contamos para nós mesmos sobre o que nos aconteceu?
Relembrar o fato, falar disso inúmeras vezes, ficar no lugar de “vítimas” dentro da história que contamos, nos dá a sensação de que o sofrimento que passamos não será esquecido e que se e abandonarmos esse lugar, quem nos fez sofrer ficará liberado de pagar pelo que fez. Mas, conservar a mágoa, nos mantém ligados de forma ineficaz à pessoa que nos fez sofrer.
O outro provavelmente não está sofrendo, nem mais e nem menos, só porque mantemos a mágoa dentro de nós.
Cada vez que contamos a história da nossa dor, ressaltando o quanto fomos vitimas daquela pessoa e enfatizando o quanto ela foi cruel conosco, continuamos dando poder a ela. Ficamos presos num papel que não deveria ser mais o nosso. Precisamos ultrapassar esse momento, precisamos nos curar.
Que tal parar um pouco e reformular a história da nossa dor? Sem forçar acontecimentos ou inocentar ninguém, mas colocando um foco nas nossas atitudes, no que fizemos e podemos fazer de construtivo diante do que aconteceu.
Minha Vida / Portal Padom

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Como deixar um Comentário

Algumas pessoas me perguntam como postar um Comentário.


aqui vão as indicações:


1. No final de cada postagem há uma frase "0 Comentarios ".
2. Clicar em cima da palavra que abrirá uma janela.
3. Escrever o comentário
4.Onde está escrito "Comentar como" escolher entre as opções
5. Por último NÃO ESQUECER de clicar em "Postar comentário"

Pronto!

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

DICAS PARA AQUECER SEU CASAMENTO




   Apresento aqui umas dicas que achei interessante compartilhar com vocês, são dicas que vão aquecer seu casamento.

 Experimente!

Deus, ao criar o casamento, pensou em uma união agradável onde os cônjuges experimentassem a plenitude da felicidade.
Não criou o casamento para ser um jugo, um fardo difícil de carregar.
Que tipo de casamento você está construindo?
Em que tipo de casamento você vive?
Como podemos tornar nossos casamentos mais agradáveis?

1ª – Dê espaço para expressão da individualidade
Você não pode exigir que seu cônjuge goste das mesmas coisas que você gosta. Não exija do seu cônjuge que torça pelo Flamengo, quando ele desde pequeno aprendeu a torcer pelo Botafogo. Se seu marido gosta de música de viola, não o force a gostar de bolero. Afinal, isso tudo você já deveria saber antes de se casar, certo?
Outra coisa é o ciúme quando se torna doentio a ponto do conjuge não poder nem mesmo conversar com outra pessoa mais velha, por exemplo. E vê em todas as pessoas um “fantasma” a ponto de poder roubá-lo dela.
Sugiro que você procure qualidades em você para se tornar mais autoconfiante. Lembre-se; “Quem ama cuida, mas não sufoca”.
2ª – Releve certas coisas no outro
Para que ficar implicando a vida toda com seu marido por pequenas coisas? O mesmo se aplica aos maridos. Tem questões mais importantes para ser discutidas a dois, mas sem brigas, gritarias. Não deixe que as picuinhas tirem o brilho da vida conjugal. Que tal elogiar e ressaltar os pontos fortes de seu cônjuge? Tente e verás o resultado!
Alguém já disse que; “Antes de se casar você deveria abrir bem os olhos. Depois de casado, deveria mantê-los bem fechados”.
3ª – Cuidado com a rotina
Sabe aquela coisa de sempre ir ao mesmo restaurante, fazer as mesmas coisas do mesmo jeito sempre? Pois é, para ter um casamento agradável, saia da rotina. O cotidiano não mata uma relação, mas a rotina sim. “Tente, invente, faça alguma coisa diferente”, já dizia a velha propaganda. Gaste um bom dinheiro no melhor restaurante da região. Você não vai ficar mais pobre com essa atitude. Ou saiam para um passeio de mãos dadas, tome um sorvete, coma uma pipoca. Uma viagem por mais curta que seja também vale. Use a criatividade!
4ª – Mantenham os olhos no seu cônjuge
Minha idéia não é ficar sempre vigiando seu marido ou esposa. Minha intenção é a seguinte: Não dirija seus olhos somente para os filhos. Um dia eles irão se casar ou sairão da sua casa para estudar numa outra cidade. Aí você não reconhecerá mais a mulher ou o homem que está ao seu lado. Crie seus filhos com amor, mas saiba que um dia eles irão “bater asas”. Isso é natural e certeiro.
5ª – Passeiem semanalmente
Qual foi a última vez que você passeou com seu cônjuge, como casal, sem a presença de outros casais e filhos? “Fala sério”, como dizem por aí. Não há casamento que resista, onde marido e esposa não separam um tempinho para passear. Não precisa gastar nada. Pode ser aquela praia, aquela beira-rio, aquele parque municipal. O máximo que você poderá gastar é com uma água de coco. Pense que isso é investimento.
6ª – Se cuide
Você está acima do peso e vive reclamando que as roupas não servem mais? Porque não diminuir a alimentação, entrar numa academia ou fazer caminhadas e perder peso, assim será feliz consigo mesmo. Cuide da sua aparência, com certeza seu cônjuge vai notar e admirar sua força de vontade. Porque não fazer tudo isso a dois!!!!
Se arrume para sair com ele, use pelo menos um batom para iluminar seu rosto, um perfume, um creme para o corpo.
Sorria sempre, nem que seja de você mesma, faça piadas, tenha bom humor, isso aproxima as pessoas de você e seu marido também. Reclamar vicia, saiba disso!
7ª – A embalagem valoriza o presente
Quando foi a ultima vez que você investiu numa nova roupa de dormir, numa nova roupa íntima e num novo forro de cama? Num novo corte ou tratamento de cabelos, num perfume, numa bijuteria?
Bem, aí estão algumas dicas. Agora tente colocá-las em prática. Você vai perceber que seu casamento dará uma aquecida. Depois pode me contar se quiser!!!!

Até a próxima semana!
Portal Pardom ( adaptado por Dirce)

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

DICAS DE MODA E BELEZA




EDITORA DE MODA AMERICANA CHARLA KRUPP ENSINA COMO MULHERES MADURAS, PODEM SE PARECER MAIS JOVENS. 
PARA ELA, A VAIDADE É UMA NECESSIDADE PARA A MULHER SE MANTER NO MERCADO DE TRABALHO.

A pedido da Revista ÉPOCA, ela selecionou alguns dos conselhos de seu livro para ajudar as leitoras a se parecem cinco quilos mais magras, 10 anos mais novas e 10 vezes melhores.


BATOM - "Abandone o vermelho", aconselha Charla. Após os 40 anos, as maquiagens devem ser claras. Batons escuros envelhecem o rosto e deixam a expressão triste. "Podem deixá-la igual à Cruela Cruel", diz. Cores carregadas, além de causar a impressão de afinamento dos lábios, deixam as rachaduras mais evidentes. Utilize o rosa e outros tons claros, que dão um ar jovem e tornam os lábios mais grossos. Você também deve ter à mão sempre um brilho, porque eles iluminam o rosto. Outra dica é não contornar a boca toda com lápis escuro. Use-o apenas em lugares que precisam ser realçados.

 CABELOS Cuidar do cabelo é a primeira atitude para quem quer parecer mais jovem. "Se você tiver dinheiro para melhorar apenas uma coisa, que sejam os cabelos", diz. O primeiro passo é adotar franjas. Elas emolduram o rosto e dão um ar delicado à expressão. Como os cabelos ficam mais finos à medida que as pessoas envelhecem, o ideal é fazer cortes e usar produtos que deem volume aos cabelos. No pior das hipóteses, pode-se consultar o dermatologista para saber se precisa de algum tratamento contra a calvície. Resolvido o problema do corte e do volume, pinte-os, se forem grisalhos, ou clareie as madeixas, se forem muito escuras. "Um dos truques para se parecer mais jovem é usar tons claros, e no cabelo isso é mais que comprovado". Abuse do castanho, faça luzes. "Cabelos pintados são como maquiagem que você nunca tira", ensina a especialista.

       UNHAS - Para quem tem mais de 40 anos a recomendação é ter as unhas das mãos curtas e em tons claros. Charla acredita que cores escuras envelhecem as mulheres. "Para as meninas, cores escuras são bonitas, mas se você não é mais uma, use um bege ou um tom de rosa muito claro". Já unhas compridas compõem um visual antigo. Além do trabalho que dá mantê-las limpas e pintadas, unhas compridas são um indicativo de que suas donas não trabalham muito. "Não combinam com o dinamismo da mulher moderna, que trabalha, mexe com computadores, cuida dos filhos e tem suas atividades domésticas". Para as unhas dos pés, siga as tendências: cores escuras são liberadas.


ÓCULOS - É uma das mudanças mais simples de fazer, e tem resultados excelentes. Como os óculos são a primeira coisa a ser notada no rosto eles realmente têm o poder de indicar o quão velha você quer aparecer. Uma armação retangular em plástico ou casco de tartaruga é muito moderna. As hastes também devem ser grossas. Armações clássicas não mostram estilo, explica Charla, apenas denunciam sua idade.

SAPATOS - O salto alto é indispensável. Ele faz você parecer mais alta, além de deixar sua postura mais ereta. Mais que isso, eles são sexy. Os saltos não precisam ser necessariamente agulha. O conselho é se condicionar a usá-los nos contextos essenciais. "Nem que seja para calçá-los na entrada do restaurante e tirá-los logo na saída. Não existe nada mais velho que sapatinhos feios, mas confortáveis".

PELE - Uma pele bonita é fundamental para parecer mais jovem. Um bom sabonete esfoliante não é necessariamente caro e é um dos cuidados fundamentais para o rejuvenescimento. Charla recomenda esfoliar a pele, especialmente a do rosto, de uma a duas vezes por semana. Para encobrir as imperfeições, o segredo é usar pouca base, justamente o oposto do que as mulheres geralmente fazem. À medida que envelhecem, as mulheres tendem a usar mais maquiagem. "O segredo é passar pouco, até obter um brilho suave". Se a pele é boa, um leve toque é suficiente. "O excesso de base é uma prova evidente de que o rosto tem muitos sinais a esconder".

PARA PARECER MAIS MAGRA - O truque para aparentar cinco quilos a menos é acertar na roupa íntima. 
Charla se diz uma entusiasta de bermudas e tops modeladores, que são peças usadas por baixo da roupa e que deixam o corpo mais magro e firme. "São ótimos para levantar os seios, comprimir a barriga e arrebitar o bumbum", diz. Além disso, não marcam a roupa. Um ponto em que ela se diz fã das brasileiras é em relação às calcinhas. "Gosto de calcinhas pequenas, tanguinhas. Além do efeito estético, elas têm um poder psicológico poderoso", diz. "Ninguém se sente sexy com calcinhas de vovós. Sua capacidade de se sentir sexy está extremamente ligada à sua confiança, em todos os aspectos".

PARA LEVANTAR OS SEIOS - Charla estima que 80% das mulheres usam o sutiã errado. Ela ensina uma técnica para achar o sutiã ideal. Deve-se dobrar os cotovelos formando um ângulo de 90º. A melhor posição é colocar o sutiã no meio do caminho entre a ponta do cotovelo e o ombro. A especialista diz que não existe um modelo ideal porque cada mulher tem suas medidas, mas se ela conseguir ajustar o sutiã neste ponto, os seios ficarão turbinados e a silhueta, mais fina.

GUARDA-ROUPA - Charla não perdoa. Se você tem um terninho de grife e acha que vai   arrasar de elegante com ele, ela joga um banho de água fria nas suas expectativas. Para a especialista, esse look tradicional envelhece até as mais enxutas. Ela não recomenda nenhuma roupa que combine todas suas peças. Esqueça os tailleurs. Nada de tom sobre tom. Moderno e elegante, na sua visão, é abusar dos contrastes. Uma dica são os vestidos com jaquetinhas para completar o visual. Charla não prega que as mulheres sejam magérrimas. "Aceite seu físico, mas tente lidar com os excessos". Use roupas que modelem seu corpo e não que o façam parecer maior do que é. Roupas muito justas deixam imperfeições muito aparentes, mas roupas largas farão você parecer maior. Uma boa dica é usar uma bata ajustada ao corpo com calças skinny (retas em relação à perna) por baixo. Outra sugestão é um vestido com corte em A, que dá um visual nem tão justo, nem tão largo. Quando você for sair, use, no máximo, três peças brilhantes. Não use um vestido brilhante, um colar brilhante, uma bolsa brilhante, brincos brilhantes. Você pode usar um brinco, o vestido e o sapato, por exemplo.

CIRURGIA PLÁSTICA - "Não gosto de plásticas, elas envelhecem. Se você quer parecer uma mulher de 60 anos, faça um lift no rosto", diz a especialista. O risco são as operações mal feitas, cujo resultado pode ser uma pele rígida e esticada. "Um rosto com plástica passa a idéia de que você é velha o suficiente para ter de recorrer a este tipo de cirurgia". Charla agradece por viver em uma época em que os avanços cosméticos são capazes de reduzir as rugas em 48 horas. "O botox é um grande amigo , se não for utilizado em exagero". Existem também outros procedimentos, como a injeção de colágeno, ácido hialuronico e até mesmo gordura humana. Apesar de se dizer fã desses recursos, Charla recomenda cautela na hora de procurar um médico. "É preciso saber que esses procedimentos não impedem o envelhecimento, mas os resultados podem ser muito bons".


MOSTRE AS PERNAS - A exposição das pernas na medida certa passa uma impressão jovem. Charla é taxativa: jogue fora as meia-calças no tom da pele. Elas dão um tom artificial e antigo às pernas. Se não puder deixá-las de fora, invista nas meias arrastão e nas meias opacas, que chamam menos atenção.

Gostaram ?
Indiquem este blog para as amigas! 

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *